Foto: DR

A CDU – Coligação Democrática Unitária apresentou, no passado sábado, em Freamunde, o candidato à Câmara Municipal de Paços de Ferreira nas Autárquicas de 2021. É João Paulo Carvalho, empresário de 51 anos.

“Desde muito cedo se dedicou de corpo e alma ao projecto familiar – é casado e tem dois filhos – contando com uma enorme capacidade de trabalho, humildade, honestidade e empenho tem vindo a fazer com que a empresa tenha crescido de forma sustentada, posicionando-se nos mercados por esse mundo fora, sendo reconhecida de forma unânime pela sua tremenda qualidade e simplicidade de processos”, afirma o partido sobre o candidato, elogiando ainda “a visão humanista e de consciência social para com todos os trabalhadores e famílias”.

João Paulo Carvalho é “um enorme defensor das suas raízes, ligado ao associativismo de forma permanente”. É vice-presidente da Associação de Criadores do Capão de Freamunde.

“Desde jovem, sempre esteve ligado ao PCP, aos seus ideais e princípios, fazendo deles uma orientação na sua vida, quer pessoal, quer empresarial. Os seus valores e a sua integridade pautam-se pelo superior respeito pela liberdade, valia que procura transmitir em todo o momento e circunstância á sociedade envolvente. Este desafio de encabeçar ser candidato à Câmara pela CDU, acontece, pela vontade de fazer mais pela nossa terra, pelos jovens, para que o futuro seja melhor… Muito melhor!”, diz nota de imprensa.

No mesmo dia, a CDU apresentou o candidato à Assembleia Municipal e à Assembleia de Freguesia de Freamunde.

Serafim Machado Pereira, de 48 anos, telefonista nos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira e militante do PCP, será o primeiro candidato à Assembleia Municipal. É membro da Direcção do Vale do Sousa e Baixo Tâmega do PCP e membro da comissão concelhia de Paços de Ferreira.

Já Bruna Ribeiro, natural de Freamunde, de 38 anos, mediadora de seguros e militante do PCP, é candidata à Junta de Freamunde.

“A escolha de candidatos ainda está a ser realizada dentro das forças políticas que constituem a CDU”, refere a Coligação.

As metas do partido com estas candidaturas são as já conhecidas da população. “Apresentamo-nos a este acto eleitoral, como sempre, com ideias próprias, com projectos realistas e exequíveis, com o primado da defesa das populações nos seus direitos e respostas às suas necessidades, que se prendem com a defesa do trabalho, melhores rendimentos, melhores pensões e reformas, melhores serviços públicos e acessíveis a todos, tarifas de água justas, rápida conclusão de abastecimento de água e rede de saneamento a todas as freguesias, acesso à Cultura, à Educação, ao direito de médico de família, ao direito à segurança de todos e em especial à população mais idosa e isolada”, lê-se na informação enviada.

O programa eleitoral será apresentado “em devido tempo”, sendo “reflexo de reuniões para conhecer em profundidade as dificuldades e necessidades das forças vivas do concelho”.

 

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here