Foto: Câmara de Valongo
Publicidade

O Parque das Serras do Porto promoveu, esta quinta-feira, uma jornada de trabalho alusiva ao tema “Património e Intermunicipalidade – Projectos de iniciativa local realizados ao nível intermunicipal”.

A sessão foi destinada a todos os que têm estado mais directamente envolvidos na criação da paisagem protegida regional que agrega territórios dos municípios de Valongo, Paredes e Gondomar, diz nota de imprensa.

Foram abordados dois projectos de sucesso em conservação e valorização do património, implementados também ao nível intermunicipal: Aldeias do Xisto e Rota do Românico.

Publicidade

“Estamos numa caminhada fantástica com vista a criar uma autêntica infra-estrutura verde, tipo pulmão metropolitano. Só daqui a 10 ou 15 anos se irá perceber o impacto e a importância deste passo dado em 2014 pelos autarcas de Valongo, de Paredes e de Gondomar, que tiveram um acto de grande visão e generosidade”, defendeu José Manuel Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Valongo e também do Conselho Executivo da Associação de Municípios Parque das Serras do Porto. 

Recorde-se que o projecto já conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Trata-se da primeira infraestrutura verde metropolitana que está a ser construída em Portugal, num território ímpar com imenso potencial recreativo, turístico, produtivo, mineiro e desportivo, gerador de mais-valias económicas para a população.

O projecto agrega um território com cerca de 6.000 hectares que inclui as Serras de Santa Justa, Pias, Castiçal, Flores, Santa Iria e Banjas.