Foto: Débora Soares/Fernanda Pinto/Verdadeiro Olhar

Foi apresentado, esta quinta-feira, na sede do Automóvel Clube de Portugal, a 54.ª edição do Vodafone Rally de Portugal, competição que se realiza entre 21 e 24 de Maio, prova a contar para o Mundial de Ralis.

A etapa portuguesa do Mundial de Ralis vai passar por Paredes e Lousada, com o concelho da Rota dos Móveis, a acolher a Shakedown, logo no arranque da prova, uma quinta-feira, no circuito de Baltar, com uma extensão de 4,60 km.

Na sexta-feira, o Eurocircuito da Costilha, em Lousada, à entrada da vila, irá ser palco da Super Especial, numa extensão de (3,36 km), especial que usualmente arrasta milhares de admiradores das quatro rodas ao município e que fecha o segundo dia da competição.

Segundo o Automóvel Clube de Portugal, a edição deste ano envolve 14 concelhos, sendo que tem como novidade a adesão do município de Felgueiras que irá ser palco de uma das especiais de classificação que fazem parte do percurso desenhado pela organização para esta edição. A especial de Felgueiras está agendada para o dia 24 de Maio.

No total, os pilotos da edição portuguesa do Mundial de Ralis terão de perfazer 1.582,25 km e 22 especiais de classificação. A prova inicia em Coimbra, com a base operacional a estar situada uma vez mais na Exponor, em Matosinhos, uma oportunidade para os adeptos das quatro rodas contactarem “in loco” com os pilotos e as principais marcas que competem na etapa portuguesa.

A competição segue para os troços de Lousã, Góis e Arganil, passando por Mortágua, uma novidade na competição deste ano que integra também mais quilómetros.

No sábado, os pilotos do WRC Vodafone Rally de Portugal competem em Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante, fechando o dia na Invicta que irá acolher Porto Street Stage, na zona da Avenida dos Aliados, junto à Câmara Municipal. A prova termina na marginal de Matosinhos.

O Vodafone Rally de Portugal é pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis.