A Michelin revelou, ontem, os melhores restaurantes de Portugal no seu novo guia.

Rui Silvestre e João Oliveira, chefs naturais do concelho de Valongo, continuam a manter-se entre os melhores, com os restaurantes onde trabalham a ser galardoados com Estrelas Michelin.

Foto: DR

O chef Rui Silvestre, o mais jovem chef português a receber uma estrela Michelin, em 2015, para o “Bon Bon”, no Carvoeiro, conquistou agora a primeira estrela para o restaurante algarvio “Vistas”. Há cerca de um ano à frente deste restaurante, o valonguense disse ao Diário de Notícias que o sentimento é o de uma longa viagem, com “finalmente o regresso a casa”, depois de ter passado por vários restaurantes europeus. A receita desta conquista está no trabalho de equipa, garante.

“Para mim nada vale do que vocês, minha equipa, cada vez mais unida, cada vez mais forte e cada vez mais coesa, tenho um orgulho do tamanho do mundo em ver-vos crescer e que o futuro da gastronomia está nas vossas mãos. Começamos juntos e juntos continuaremos porque esta Estrela não é o fim de um ciclo mas sim o princípio de um outro”, escreveu Rui Silvestre, natural de Valongo, mas que foi para o Algarve ainda criança, nas redes sociais.

Foto: Vista Restaurante

Quem também manteve no Vista Restaurante, em Portimão, a Estrela Michelin conquistada já em 2017, foi João Oliveira, natural de Campo. O valonguense já passou por vários restaurantes conceituados, como o Largo do Paço, em Amarante, com uma estrela Michelin; o The Yeatman Hotel, também com uma estrela Michelin; ou o restaurante do Hotel Vila Joya, com duas estrelas Michelin. Está no Vista desde 2015 e, no ano passado, conseguiu manter a estrela Michelin conquistada em 2017.