Bruno Sousa é o cabeça de lista da CDU à presidência da Câmara de Penafiel.

Em declarações ao Verdadeiro Olhar, o candidato do PCP defendeu que principais linhas do seu manifesto eleitoral vão passar pela aposta emprego; o apoio às várias associações desportivas, culturais e promover uma maior dignidade e bem-estar à população sénior do concelho.

O candidato comunista garantiu, também, que Penafiel e o concelho necessitam de ligações regulares dos transportes públicos à sede do concelho assim como a revisão do PDM.

Falando das suas propostas para Penafiel, Bruno Sousa referiu, ainda, que vai bater-se pela descida do coeficiente de localização e do IMI, a reorganização do serviço de obras dos munícipes e aferir das condições que justificam o ajuste direto de obras.

No domínio do ambiente, o candidato da CDU manifestou as questões ambientais e do aterro sanitário de Rio Mau, são temas, igualmente relevante, que  vão fazer parte do seu programa eleitoral.

Ao nosso jornal, Bruno Sousa afirmou que foram as decisões democráticas e colectivas da CDU/Penafiel, dentro dos critérios que definiu para o melhor candidato às eleições autárquicas que o levaram a aceitar o convite para encabeçar a lista e avançar à presidência da Câmara de Penafiel.

Bruno Sousa recordou, também, que a CDU tem como objectivo nacional apresentar candidatos a todos os municípios de Portugal,  o que nem todos os partidos conseguem fazer –  expressou – numa óptica de crescimento gradual e sustentado da sua base eleitoral.

O candidato assegurou, ainda, que um município que está próximo da Área Metropolitana do Porto “deveria beneficiar mais com isso e assim promover a melhoria das condições de vida dos penafidelenses”.

“Uma alternativa válida, séria e de esquerda na gestão municipal, que promova a melhoria da qualidade de vida dos penafidelenses”

O candidato frisou, também, que a sua candidatura pretende ser “uma alternativa válida, séria e de esquerda na gestão municipal, que promova a melhoria da qualidade de vida dos penafidelenses, que esteja atenta aos problemas da juventude, aos direitos laborais de todos os que trabalham no município, bem como dos empresários que nos procuram para aqui localizar as suas empresas ou que se mantenham com investimentos no nosso concelho”.

“Tudo aponta que vamos concorrer às 28 freguesias”

Quanto ao número de candidaturas que o seu partido pretende apresentar no concelho, o candidato mostrou-se convicto que a CDU vai concorrer às 28 freguesias.

“Num quadro de dificuldades para o país, visto que a emigração forçada pelo anterior governo PSD/CDS levou a que muitos camaradas e amigos da CDU partissem.Tudo aponta que vamos concorrer às 28 freguesias”, disse.

“O que observamos neste mandato é mais do mesmo, ou seja, a aplicação de verbas que chegam da União Europeia e que leva a muitas obras precisamente quando… As eleições estão a pouca distância temporal!”

Falando do mandato do actual executivo, liderado por Antonino de Sousa, o candidato do PCP constatou que “o que observamos neste mandato é mais do mesmo, ou seja, a aplicação de verbas que chegam da União Europeia e que leva a muitas obras precisamente quando… As eleições estão a pouca distância temporal!”.

O candidato disse, também, verificar “que há muita publicidade, marketing e com que resultados? Claro que o marketing é importante para mostrar o nosso concelho, mas é necessário mais na vida dos penafidelenses do que grandes campanhas de publicidade”.