Imagem: Desportivo das Aves
Publicidade

José Mota, treinador natural de Lordelo, Paredes, fez hoje história ao conquistar a Taça de Portugal com o Desportivo das Aves.

O clube de Santo Tirso venceu o Sporting, por 2-1, no Estádio do Jamor. Esta foi a primeira vez que a equipa chegou à final da Taça e que conquistou aquele que é o segundo troféu mais importante do futebol português.

O avançado Alexandre Guedes marcou os dois golos da equipa orientada por José Mota. Pelo Sporting marcou

O Desportivo das Aves tornou-se assim no 13.º clube a vencer a Taça de Portugal.

Em declarações à RTP, José Mota, mostrou-se feliz por ter conquistado pela primeira vez este troféu.

Foto: Desportivo das Aves

“Trabalhámos muito para chegarmos aqui e sermos felizes. Estes jogadores foram extraordinários e sonharam um pouco acordados, mas tinham uma vontade enorme de chegar ao Jamor e ganhar a Taça. Hoje foi talvez o jogo mais fácil de dirigir na minha carreira, porque os meus jogadores mostraram uma vontade enorme de ganhar. Dou graças a Deus por estar a viver este momento, com a minha família maravilhosa e com esta moldura humana de adeptos do Desportivo das Aves que nunca nos deixou ficar mal”, disse. “Nos momentos mais difíceis das derrotas o público das Aves sempre esteve presente e sempre nos deu uma palavra de confiança. Esta foi a melhor massa associativa que já tive até hoje”, assegurou o treinador.

“Nós viemos aqui para ganhar a final. É claro que se disséssemos isto antes de começar o jogo diriam que era arrogância ou falta de humildade. Estes jogadores merecem subir aquelas escadas, mereceram ouvir o hino nacional e estar aqui a festejar. Ganhámos com todo o mérito”, garantiu o técnico.

Recorde-se que José Mota pegou na equipa a meio da temporada e conseguiu ainda a manutenção no Campeonato.

Publicidade

 

1 Comentário

Comments are closed.