Fotografia: FC Paços de Ferreira
Publicidade

O presidente do FC Paços de Ferreira, Paulo Meneses, referiu, esta segunda-feira, ao Verdadeiro Olhar, após a derrota, ontem, com o Portimonense por 3-1, resultado que ditou a descida dos castores à Ledman Ligapro, que  o objectivo da actual direcção é levar o clube a regressar, já no próximo ano, à Primeira Liga.

“Já hoje tenho reuniões agendadas com o objectivo de preparar a próxima época e assumo desde já que não descansarei enquanto não voltar a colocar o FC Paços de Ferreira na primeira divisão”, disse, frisando que enquanto dirigente da formação da Capital do Móvel não irá atirar a toalha  ao chão a menos que os associados do clube tenham outro entendimento.

Falando do encontro com o Portimonense, Paulo Meneses realçou, também, que os adeptos e toda a massa associativa do FC Paços de Ferreira não mereciam este desfecho e antes da formação do Portimonense marcar a sua equipa teve várias oportunidades para abrir o marcador.

“Quem não marca, sujeita-se a perder. Antes do jogo e mesmo no decorrer do jogo sempre acreditei que poderíamos alcançar outro resultado e conseguir a permanência, mas o 3-1 do Portimonense deitou tudo por terra. Julgo que os adeptos mereciam outro desfecho. O resultado foi o que foi. É tempo de reflexão. Com humildade reflectir e com responsabilidade agir. Tem que ser já amanhã que o Paços tem que regressar”, sustentou.

Publicidade