Fotografia: Junta de Freguesia de Raimonda
Publicidade

O presidente da Junta de Freguesia de Raimonda, Jocelino Moreira, revelou que a campanha de sensibilização ambiental lançada pela autarquia há sensivelmente dois meses está já a produzir efeitos, tendo a quantidade de lixo separado e colocado em ecoponto mais que duplicado.

“Surpreendentemente a nossa campanha de sensibilização ambiental está a produzir resultados. Os dados de que dispomos na nossa freguesia apontam para que a quantidade de lixo separado e colocado em ecoponto mais que duplicou. A nossa freguesia lidera, de longe, a quantidade de lixo separado para reciclagem per capita”, disse, salientando que as expectativas iniciais era de que essa separação no ecoponto fosse aumentando de forma gradual e não de forma tão acelerada como sucedeu.

Ao Verdadeiro Olhar, o autarca realçou que a recolha dos resíduos depositados nos ecopontos, antes do lançamento da campanha, era feita de cinco em cinco semanas, com os ecopontos a estarem longe da capacidade máxima, e presentemente é necessário proceder à recolha duas vezes por mês, com os ecopontos em lotação máxima.

Jocelino Moreira ressalvou que a colocação de quatro ecopontos em Novembro de 2017 e a distribuição de 3.000 sacos no âmbito da campanha de sensibilização ambiental contribuíram, igualmente, para que os raimondenses procedam mais facilmente à separação dos resíduos.

Publicidade

O edil revelou ainda que, em simultâneo à campanha de recolha e separação dos resíduos sólidos, a Junta de Freguesia tem promovido a recolha de resíduos verdes provenientes do tratamento de jardins (relva, corte de pequenos arbustos, folhas e outros), sendo estes recolhidos em data e hora a acordar.

Jocelino Moreira referiu também que a campanha de sensibilização ambiental vai prosseguir, sendo seu propósito melhorar o trabalho para uma recolha mais eficaz e fomentar a participação de uma minoria que não aderiu e não percebeu a importância de contribuir para um ambiente mais sustentável.

“É nosso propósito, na fase seguinte, sensibilizar essa minoria que ainda não assimilou a necessidade de separar e colocar o lixo nos ecopontos e contribuir para que Raimonda seja a freguesia mais limpa do concelho, que já o é”, frisou, realçando o trabalho que a Suma tem realizado em parceria com a Junta de Freguesia.