Foto: INEM
Publicidade

Depois das notícias vindas ontem a público de que as novas ambulâncias INEM entregues às corporações de bombeiros estavam paradas devido a falta de licença do Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) devido à nova caracterização utilizada, a Liga dos Bombeiros Portugueses veio hoje, em comunicado, congratular-se por a situação já estar a ficar resolvida. Recorde-se que neste lote estavam ambulâncias das corporações de Paços de Ferreira, Lordelo e Rebordosa.

“A Liga dos Bombeiros Portugueses congratula-se com o facto do Instituto de Mobilidade e Transportes já estar a aprovar as novas ambulâncias de socorro que tinha chumbado por causa das novas cores”, refere comunicado.

A Liga lembra ainda que o IMT estava a chumbar as novas ambulâncias de socorro adquiridas pelas associações e corpos de bombeiros na sequência de um novo modelo de protocolo celebrado com o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

“Este novo modelo de protocolo permite instalar os novos Postos de Emergência Médica (PEM) nos bombeiros com base no apoio financeiro directo transferido pelo INEM para a aquisição das ambulâncias. Estas, passam a ter duas cores, o amarelo tradicional e o vermelho. Esta nova formulação cromática permite identificar as viaturas operadas pelos bombeiros”, diz comunicado.

O mesmo documento sustenta que foi a “pronta intervenção da LBP junto da tutela governativa” que fez com que este problema não se arrastasse mais no tempo “com prejuízo para as populações e para os bombeiros, dado estarem privados de meios importantes para a prestação do socorro”.