Publicidade

O município de Paços de Ferreira decidiu homenagear a vida e a história de Leão de Meireles, no ano em que se completa um século sobre o seu falecimento. Para o efeito, um conjunto de iniciativas decorrerão durante esta semana, relembrando a obra de uma personalidade a todos os títulos notável. Médico de profissão, Leão de Meireles foi também administrador do concelho, presidente da Câmara Municipal, deputado e senador da República.

A forma altruísta como desempenhou a sua profissão e os diversos cargos públicos que desempenhou durante a sua vida, tornam Leão de Meireles um exemplo para o concelho e para o país. Cem anos depois e sem prejuízo das enormes diferenças que nos separam da realidade social, política e cultural de então, nunca é por demais relembrar que o fim último do exercício de funções políticas passa, necessariamente, pela defesa intransigente do interesse público e por não deixar ficar ninguém para trás.

O trabalho em prol do nosso concelho não se limita, como é óbvio, ao desempenho de funções autárquicas. As empresas, as associações, o trabalho de cada um dos cidadãos, é fundamental para o progresso da nossa terra. Naturalmente que, neste ponto, o papel das instituições públicas é decisivo. Como decisivas são também as apostas, em termos de políticas municipais, num vasto conjunto de áreas.

A vida é feita de opções. No plano autárquico não é diferente. A maioria que desde 2013 lidera o município de Paços de Ferreira, tem conseguido implementar uma panóplia de políticas que honram a memória de Leão de Meireles. Tendo sempre as pessoas como o centro da ação pública e política, torna-se simples, mas simultaneamente exigente e desafiante, o desempenho destas transitórias funções autárquicas.

Leão de Meireles provou, há cem anos atrás, que a forma como assumimos e desempenhamos cargos públicos, pode influenciar decisivamente a vida e o futuro da nossa terra e das nossas gentes. Um século depois, é com este grau de exigência e de responsabilidade que deve continuar a ser pautado o trabalho autárquico.