Foto: Câmara de Paços de Ferreira
Publicidade

Para assinalar o centenário do falecimento de Leão de Meireles, médico, administrador do concelho e presidente da câmara municipal que deixou marcas em Paços de Ferreira, sobretudo na área da educação, a Câmara Municipal de Paços de Ferreira declarou 2018 como o Ano Municipal da Educação.

As comemorações do centenário do falecimento arrancam esta segunda-feira e prolongam-se até domingo com um conjunto vasto de iniciativas, onde se incluem concertos, saraus musicais e um encontro de tunas. No domingo há ainda uma missa solene na Igreja Matriz de Paços de Ferreira.

Segundo a autarquia, Leão de Meireles teve forte influência na vida do concelho, depois da Implantação da República.

Foi administrador do concelho, presidente da Câmara Municipal, deputado e senador da República e um percursor na defesa da Educação.

“A ele se deve a construção das primeiras escolas neste concelho, a construção do edifício camarário e a construção do primeiro Hospital concelhio, o Hospital da Misericórdia de Paços de Ferreira, além de ter sido fundador do primeiro jornal local: o Jornal de Paços de Ferreira”, diz o município. “Como homem e como médico serviu, sem olhar a estratos sociais, colocando-se ao lado dos mais frágeis, dos mais pobres, defendendo com convicção os homens e as mulheres deste concelho, sem distinção económica e social”, acrescenta a mesma fonte.

 

Faleceu vítima de febre epidémica em 1918.