Publicidade

A primeira edição do “Papas na Sobreira”, iniciativa que decorreu na Alameda de São Pedro, freguesia da Sobreira, em Paredes, com o objectivo de promover as papas, uma iguaria com fortes tradições nesta zona do concelho, contou com mais de duas mil pessoas.

Segundo Orquídea Gonçalves, da organização, o festival foi um “êxito” e superou as expectativas traçadas.

“Estamos deveras agradados com a adesão do público. Os números excederam claramente as nossas previsões e além das duas mil pessoas que servimos, fizemos inúmeras refeições para fora”, expressou Orquídea Gonçalves, salientando que as papas são já uma tradição com muitos apreciadores, sendo este certame uma prova disso mesmo.

Falando do “Papas na Sobreira”, Orquídea Gonçalves realçou, também, que o festival nasceu com o propósito de preservar e valorizar as tradições locais e dinamizar a comunidade.

A organização está empenhada em fazer deste certame uma referência e no concelho, sendo seu propósito dar continuidade ao mesmo nos próximos anos, acrescentou.

Para além da prova da gastronomia regional, o certame contou com uma vasta programação cultural, teatro, com a exibição de uma peça alusiva à recriação da tradicional “matança do porco”, dinamizada pelo Núcleo de Teatro do Grupo de Jovens Nova Esperança.

No primeiro dia, o evento contou com a participação do Rancho Folclórico de Cete e com um bailarico de Carnaval.

No segundo dia, passaram pelo festival o Rancho Folclórico de Paço de Sousa e Rancho Folclórico de Recarei.