Publicidade

Portugal está triste, cinzento, envolvido em chamas e fumo por todo o lado…que mais se pode dizer perante tanta desgraça provocada, na maior parte dos casos, certamente, por mão criminosa?

O lume que espalha aflições e desespero em tantas famílias? O lume que destrói tudo o que encontra à sua frente, sejam casas, fabricas, carros, produções agrícolas, animais e pessoas…um cenário horrível que ninguém deseja ver, mas ao qual ninguém consegue ficar indiferente.
O meu reconhecimento a todos os bombeiros que têm estado, incansáveis, nos vários pontos do país a combater as chamas e a proteger o máximo junto das comunidades atingidas pelos incêndios. Um bem haja ao seu esforço e disponibilidade. Eles não chegam para tamanha desgraça…não são suficientes para tanto incêndio em simultâneo.
Uma palavra de força às famílias que perderam os seus familiares e bens que possuíam…não há palavras para estes momentos.
Algo vai muito mal neste país e esperamos todos que se aprenda a grande lição deste ano e se faça alguma coisa de concreto para prevenir algo semelhante no futuro próximo.
Tentando agora falar de algo positivo, no meio de tanta tristeza, alerto que a 10.ª edição do Escritaria arranca hoje, 2.ª feira, dia 16 de Outubro, com a Feira do Livro, junto à Igreja da Misericórdia!
Hoje vamos receber Alice Vieira, nossa homenageada de 2016, para lançarmos o livro “Escritaria 2016. Alice Vieira – Vida e Obra” e não faltará animação teatral com os grupos Cidade das Artes e Andaime.
Serão muitos os momentos interessantes nos quais os nossos leitores terão oportunidade de participar. Destaco, claro, as várias dinâmicas que acontecerão durante a Feira do Livro, a participação do nosso Bibliomóvel, mas também a inauguração da arte pública e o lançamento da reedição do livro infantil “O Planeta Branco”, que assinala os seus 20 anos. Naturalmente que os momentos mais altos serão, sem dúvida, a entrevista ao Miguel Sousa Tavares pelo jornalista Júlio Magalhães, no sábado à noite; e a conferência sobre a vida e obra do escritor no domingo de tarde. Estes dois momentos permitirão conhecermos mais e melhor o homenageado deste ano. Destaco ainda a entrega do Prémio Jornalismo, categoria Carreira – Escritaria 2017 e o lançamento do Prémio Literário Germano Silva do Rotary Club de Penafiel. E mais não digo, para não estragar as novidades!
Deixo o convite a todos para participarem, como puderem, nesta 10.ª edição, pois sem a presença dos leitores o Escritaria perde o seu sentido. Estamos à sua espera!
Que comece a 10.ª edição do Escritaria!