Publicidade

As obras “Cartas à minha terra”, da autoria de José Fanha, com ilustrações de Rachel Caiano, e a “Incrível história dos bacalhaus voadores”, de António Torrado, com ilustrações de António Pilar, vão ser apresentadas, esta, quinta-feira, no auditório municipal de Lousada.

Os livros contam com a chancela da Câmara Municipal de Lousada e integram o Plano Municipal de Leitura.

As duas novas obras têm, mais uma vez, Lousada como centro da acção. O livro “Cartas à minha terra” é composto por um conjunto de cartas sobre Lousada, dirigidas a pessoas, animais, locais ou acontecimentos. Nesta obra pode ler-se, por exemplo, a Carta Sobre os Senhores Romanos, a Carta Sobre o Pelourinho e a Carta Sobre o Senhor Poeta Álvaro Feijó.

A “Incrível história dos bacalhaus voadores” tem por base a vontade do protagonista em sobrevoar o concelho transformado em drone ou em bacalhau voador que, espalmado, parece ter o mesmo aspecto.

Com estas edições, a autarquia pretende promover o livro e a leitura junto dos mais novos fomentando os hábitos de leitura. Neste âmbito, a autarquia tem colaborado em diversas as iniciativas realizadas em articulação com a comunidade escolar e apadrinhado  a visita de reconhecidos autores às escolas.

A oferta de livros inéditos a alunos que estudam o concelho teve início há quatro anos, com a publicação do livro. “Contos do rio que corre”, de Álvaro Magalhães, que teve como destinatários os alunos do 4.º ano e “O caderno de JB encontrado em Lousada”, de António Mota, obra  foi oferecido aos alunos que frequentavam o 6.º ano.

Os dois novos trabalhos de José Fanha e António Torrado vão ser oferecidos aos alunos do 4.º e 6.º ano que frequentam as escolas do concelho.

Segundo a autarquia, este é um projecto único a nível nacional que conta com a participação de nomes conceituados da escrita infanto-juvenil.

Além do Plano Municipal da Leitura, a autarquia tem promovido o concurso Literário “Ler Lousada”, iniciativa que envolve alunos e professores e tem como propósito fomentar a criação e a consolidação de hábitos de leitura e escrita, bem como a promoção da escrita criativa e expressão literária, valorizando a cultura do concelho. Os trabalhos distinguidos resultam em prémios para o aluno e para a biblioteca da escola que representa.

Segundo a autarquia, o concurso literário surge no âmbito da oferta dos livros editados pela autarquia e oferecido aos alunos.

“A prática regular de actividades como a leitura e escrita são essenciais para o desenvolvimento intelectual das crianças e dos jovens, estimulando a imaginação e criatividade, potenciando a aquisição de competências e de valores de cidadania”, lê-se na nota enviada ao nosso jornal.

Livros para alunos do 3.º e 9.º ano

Em Abril foi apresentada a obra “Pedro e o Lobo”, da autoria de Luiz Oliveira e ilustrações de Fedra Santos, com a colaboração do Grupo Lobo na produção dos textos relativos ao “verdadeiro” lobo e apoio da Associação BioLiving.

Este é um dos livros que integra o Plano Municipal de Leitura e é distribuído aos alunos do 3.º ano de escolaridade de todas as escolas do concelho. De referir que este clássico da literatura infantil foi adaptado ao teatro pela companhia Jangada teatro.

“Agá – A cura” é o título da obra editada pelo município. Trata-se de um livro de banda desenhada, da autoria de Vítor Oliveira, que vai ser oferecido aos alunos do 9.º ano de escolaridade.

Novos projectos para breve

Fonte da câmara revelou que está a ser preparada a edição de uma obra literária para os alunos do pré-escolar que vai ser apresentada durante as Jornadas da Rede de Bibliotecas de Lousada, que se realiza nos dias 27 e 28 de Outubro.

“O espantoso recordatório de factos adoráveis sobre os incríveis animais de Lousada” é o título da obra que promete deliciar os mais pequenos.

Os alunos do ensino secundário vão ser, também, presenteados com um livro que se encontra em fase avançada de preparação e que, até final deste ano, vai ser apresentado.