Publicidade

Há “bombeiras de ferro” em Freamunde. Uma equipa de cinco bombeiras da corporação de Bombeiros Voluntários de Freamunde participou, este fim-de-semana, no V Campeonato Bombeiro de Ferro, que decorreu na Póvoa de Varzim, no Monte São Félix. Ficaram em segundo lugar na competição geral feminina por equipas.

O objectivo da prova era dar a conhecer à população, num ambiente de espectáculo, algumas das actividades desenvolvidas no dia-a-dia dos bombeiros, “destacando a condição técnica e psicológica inerentes ao desempenho”, explica a Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto, organizadora do evento. “A prova é realizada num ambiente controlado e competitivo em que os bombeiros, envergando o equipamento de protecção individual, incluindo os aparelhos respiratórios, entenda-se ARICA, irão, lado a lado, realizar uma série de tarefas ilustrativas do seu quotidiano, designadamente subir a comunicações verticais, elevar material, montagem de linhas de mangueiras, enrolar mangueiras, resgatar vítimas, transpor obstáculos, transportar equipamentos” numa corrida contra o tempo, acrescenta a mesma fonte.

No final de quatro provas, incluindo uma corrida de mangueiras que envolveu transpor uma paliçada de três metros, conectar mangueiras a moto-bombas e puxar duas linhas de mangueiras; um percurso de obstáculos em que tiveram que deslizar uma viga de ferro de 70 quilos, percorrer um túnel munido de um bidon de 25 quilos e transportar um manequim de 80 quilos durante 60 metros; uma subida de escadas da torre com transporte de bidons de 20 quilos; e uma subida da escadaria com 323 degraus, até ao topo dos 202 metros de altura do Monte de S. Félix, a equipa de Freamunde ficou em segundo lugar.

Segundo Nuno Brito, dos Bombeiros Voluntários de Freamunde, foi a primeira vez que a equipa participou nesta prova. “Isto traz preparação física, motivação e espírito de inter-ajuda. Foi uma prova dura”, realça.